30 dezembro 2010

*Ano Novo*

Nossa vida é uma constância de nasceres e findares de dias.
Mas algo mágico acontece todo dia 31 de dezembro. Todos refletem sobre o que viveram, e fazem planos para o futuro. E essa renovação é incrível! Ficam todos mais esperançosos, mais crentes, mais felizes...

Trecho de 'Libação', de Elisa Lucinda

Peço ao ano-novo
aos deuses do calendário
aos orixás das transformações:
nos livrem do infértil da ninharia
nos protejam da vaidade burra
da vaidade "minha" desumana sozinha
Nos livrem da ânsia voraz
daquilo que ao nos aumentar
nos amesquinha.

A vida não tem ensaio
mas tem novas chances
Viva a burilação eterna, a possibilidade:
o esmeril dos dissabores!
Abaixo o estéril arrependimento
a duração inútil dos rancores
Um brinde ao que está sempre nas nossas mãos:
a vida inédita pela frente
e a virgindade dos dias que virão!

A Deus, eu agradeço pelo ano que passou. Agradeço por ter meus filhos, por ter a incrível oportunidade de acompanhar de perto o crescimento de três criaturinhas desde seus primeiros aprendizados. Por, apesar de ter ouvido a terrível palavra pneumonia, ter Larissa, Luana e Matheus esbanjando saúde. Por ter o Conas bem apesar das múltiplas fraturas no pé. Por ter o pai e a mãe que tenho, que carregam até hoje uma cruz chamada Giselle. Por ter minha irmã ainda mais próxima com a chegada do trio. Por ter meus avós, bisavós Ary, Arlete e Eleonor, cheios de saúde e poder proporcionar a eles o deleite de ter bisnetos. Por ter uma família grande, unida e feliz.
Pela mudança na minha vida profissional que veio carregada de oportunidades.
Pelas amizades que mantenho apesar da distância e das atribulações do dia-a-dia.
E pelas amigas virtuais que fiz aqui!


À minha "intima amiga" Uli e seu trio abençoado, muito mais alegrias regados a muitos banhos de mangueira.
À Carol, muitos vinhos, viagens e uma vida nada comum com sua gostosa duplinha.
Ao Pablinho e à Sarinha, muuuuuita saúde. E às suas mães Beri e Dani, muita força, conquistas e alegrias.
Ao pai dos trigêmeos e sua família, muita sorte e sucesso no país que escolheram.
À Mari e seu super esperto trio, muito mais felicidade e... negrinhos, lógico!
À minha prima Ana e sua princesa Flavinha, muitas alegrias!!!
À Cris e sua dupla Matheus e Luana, um doce 2011.
À Chris e seus mosqueteiros, um ano de novas descobertas, novas frases gostosas e muita bagunça.
À Roberta,(eterna)mãe de quadrigêmeos, muita força, muita luz e que Deus possa confortar seu coração e trazer muita alegria à sua vida.
À Ju e sua dula, um 2011 que resulte em um saldo ainda mais positivo.
À Melissa e seu trio, muitas felicidades.
À minha amiga Renata e seu pequeno um ano delicioso, assim como o Lucca.

Ainda pelas palavras de Elisa Lucinda: "Cada dia é único, irrepetível e intransferível. Cada palavra dita é sempre uma estreia e uma despedida. Um gesto, é sempre a primeira e a última vez que o fazemos. Jamais voltará a acontecer na mesma realidade cronológica, geográfica e emocional em que ele se deu. No gesto de amanhã nem eu serei o que sou hoje, serei outro, como o meu gesto."

............

Feliz Ano Novo!!!

29 dezembro 2010

*Primeiros passos - LARISSA*

Foi depois do jantar. Sentei no tatame para brincar com as crianças e, enquanto o Teteu e a Lu se entretinham com seus brinquedos, fiquei com a Lala. Colocava a princesa em pé e segurando com uma mão a chamava, depois soltei a mão e ela, tortinha, vinha. Ela ficava eufórica, e começou a perceber que conseguia. Foi lindo!!! Eu gritei, amassei, beijei... depois chamei o Conas para ver e filmar.

Parabéns minha doce princesa!!!!






28 dezembro 2010

*Natal*

E chegou o Natal!!! O segundo do trio, mas o primeiro Natal incrível deles, pois no ano passado só a Lala estava conosco e pode acompanhar a festa com toda a família reunida, a Lu teve alta dia 25 pela manhã (belo e inesperado presente de Natal) e o Teteu só teve alta dia 29.

Natal passado comemoramos na casa da minha tia Eva (madrinha do Teteu), e ela resolveu fazer lá por ser bem próximo ao hospital, mas quando tudo foi combinado ainda não sabíamos quando nasceriam, se ficariam no hospital, se ficassem, por quanto tempo... E foi ótimo, eu me sentia mais próxima da Lu e do Teteu, mas cortou meu coração passar ao lado do hospital e saber que era Natal e meus pequenos estavam lá. Eu não me conformava de ter que escrever no livrinho deles que o 1º Natal foi no hospital.

Mas isso já faz parte do passado, pois em 2010 eles passaram o Natal na casa da tia Edilene com toda a família reunida e cercados de muito amor do papai e da mamãe, dos avós, dos bisavós, dos tios, primas e primo, fizeram até cartões para a família!!!! E foi tudo ÓTIMO!!! Estavam acordadíssimos à meia-noite, ganharam muitos presentes, brincaram, comeram rocambole da Nair (receita especial da bisa Arlete), estavam felizes e simpáticos. À 1 hora a Lala dormiu e a Lu e o Teteu quiseram recuperar o tempo perdido, só dormiram depois de entrar no carro para ir para casa.
Para o almoço de Natal voltamos à casa da tia Edilene e os bebês até comeram rondeli! Passaram o dia felizes, brincaram muuuuito. E só a Lala e o Teteu tiraram uma sonequinha, a Lu ficou acordadona o dia todo, só na folia.

O bom velhinho foi muito generoso com nossa família neste Natal. Obrigada!!!!!




25 dezembro 2010

*Cartões de Natal*

Os bebês fizeram cartões de Natal para presentear a família toda!!! Foi uma grande farra fazê-los e entregá-los, um prazer.

A ideia de fazer os cartões partiu de um jantar, quando o Matheus colocou a mão no prato e os três começaram a espalhar comida pela mesa. Pensei, 'por que não fazer o mesmo com tintas??'. Comprei cartolina, guache, deixei os três só de fralda e mãos na massa. Eu pingava a tinta pela cartolina e eles espalhavam.

Foi uma delícia, teve tinta em todo canto, na mesa, na boca, na cabeça, no corpo, nos braços, pernas...

Depois de duas cartolinas pintadas, esperei secar, cortei em vários pedaços e fiz os cartões. O resultado ficou incrível (pelo menos eu acho rsrsrs).

24 dezembro 2010

*FELIZ NATAL*

Desejamos a todos um Natal trifeliz. Que o Papai Noel traga a todos muita saúde, muitas alegrias e muito amor!

22 dezembro 2010

*Oftalmo - ALTA*

Às vésperas do Natal já ganhamos um presentão: OS BEBÊS TIVERAM ALTA DO OFTALMOLOGISTA!

Desde que nasceram os bebês fazem acompanhamento do desenvolvimento da retina com o dr. Marcelo (oftalmo) por terem nascido prematuros. Depois de vários encontros a base de colírio para dilatar as pupilas, grampinhos para examinar o fundo do olho (só nas 2 primeiras consultas) ultrassom do olhinho, hoje tivemos alta, ou seja, a retina os três está formadinha e em perfeito estado. Obaaaaaa! A próxima consulta agora só com 3 aninhos...

Dr. Marcelo
Obrigada por cuidar destes 6 lindos olhinhos!!!

18 dezembro 2010

*Novas graças*

Faz tempo que não registro as novas graças do trio, e não quero deixar passar de jeito algum, pois  novos aprendizados surgem a cada dia.

Todo dia é uma festa, mas bem que estamos desconfiados que os bebês têm escapado de madrugada para aprender pirraças. É incrível a capacidade que têm de acordar fazendo uma nova. O Matheus agora se joga para trás, é só ser contrariado que se joga. E como é grande e pesado, temos medo que se machuque. Para trocar a fralda é outra novela. É um tal de chorar, fugir, se debater... Paciência, muita paciência!

Ensinei-os a subir as escadas! Eles fazem três sonecas por dia e já estava pesando subir um por um várias vezes ao dia (isso sem contar que tenho que subir para pegar fralda, brinquedo, roupa...). Eles estão se saindo muito bem, aliás parece que sempre souberam fazer isso. O mais fofo é que quando bate o soninho eles já vão para a ponta da escada  e esperam para subir.

Beijinho estalado os três mandam. A Lala e o Teteu fazem a mesma boquinha para o beijinho, já a Lu faz biquinho.

A Lala ama dançar e ama o HI-5!!! Quando começa o programa ela se transforma, fica eufórica dançando e, na hora certa, faz o 5 com a mão.

O Teteu descobriu o interruptor. É um tal de acende e apaga as luzes... No quarto deles tem um interruptor bem em cima do berço dele, então é um prato cheio. A Lu viu a graça do irmão e agora quer imitar, só não consegue apertar o botão para cima (não alcança).

E o funga-funga da Lala? Uma graça! Ela faz funga-funga sempre que pedimos. E quando falamos "Que dengo", ela deita a cabecinha no nosso ombro. Ela também faz não com a cabeça! Como é a mais enjoadinha para comer, quando não queria mais chorava ou cuspia tudo, então eu conversava com ela, dizia que se não queria mais era só falar não que eu parava de dar. E não é que deu certo! Ela faz não sempre. Qualquer coisa que perguntamos ela responde NÃO, e quando se aproxima da árvore de Natal, dos DVDs ou do PlayStation também faz não com a cabeça (mas sorri e mexe mesmo assim).

E o Teteu é o leitor da turma. Adora ouvir histórias. Ele pega os livrinho e entrega para nós. Quando acabamos de ler, ele pega o livro novamente e nos entrega para mais uma leitura. Temos que ler a mesma história mil vezes. Outro dia arrisquei e resolvi ler Clarice Lispector para ver como ele se comportaria. E não é que meu pequeno gênio ouviu dois contos!!! E não foram os livros infantis da Clarice que li, foram "Cem anos de perdão" e "Felicidade clandestina" rsrsrsrs

Já a Lu... ficamos impressionados com tamanha graça e inteligência. Como essa pequena é sabida! Entendemos tudo o que ela quer, ela aponta para tudo. E fala 'papai", "mamã", "teté" (vovó), "danda" (andar), "dá", às vezes solta um "bô" (acabou), além do antigo "au au". E como ela é divertida, não existe tristeza perto dela.

Voltei a trabalhar esta semana (faltando 1 semana para as férias), mas apenas 3 dias fora por meio período já foi o suficiente para mudar o comportamento. É só eu pisar em casa que começa o chororô, só querem minha atenção. Matheus grita, se joga... A Lala que é grudada em mim fora de casa, agora está grudada também aqui dentro. Não posso deixá-la para fazer nada que faz um escandalo, parece que estamos batendo. E como é branquinha, fica toda vermelha. A Lu é mais tranquila, ela abre os bracinhos e fala "Mama" (irresistível), mas como adora o papai, fica com ele numa boa.

Mesmo sendo trigêmeos, sendo criados da mesma maneira, salta aos olhos as diferenças entre eles. E é isso que encanta!!!

Obs. - meu notebook está completamente detonado. Eles já quebraram as letras C e V, além das teclas de barra e seta esquerda. E a tecla D falha sempre!!!

13 dezembro 2010

*A festinha de 1 ano*

A festa de 1 aninho do trio foi no dia 12 de dezembro, um domingo de muito sol, em um sítio em Joanópolis! Para combinar com o local, o tema foi Jardim, desde o convite até a lembrancinha.


1. Gabi e Jackie com o convite (uma flor com pirulito atras / 2. Papel arroz do bolo (um bolo para cada um) / 3. Móbiles com a foto deles (http://www.festaexpress.com.br/) / 4. Lembrancinha: vasinho com terra e sementes de girassol / 5. Estampa das bexigas / 6. Calendário

A festa foi bem bonita, o lugar é espetacular, muitos entraram na cachoeira, as crianças se divertiram no espaço bebê...





O único (e maior) problema foi que os aniversariantes não estavam nada bem. Foi a´primeira viagem deles, estava absurdamente quente e eles não aguentaram. A Lu e o Teteu tiveram febre, a Lala vomitou, ficaram com o corpinho todo empipocadinho. O Teteu dormiu quase que o domingo todo, a Lala não saiu do meu colo, a Lu só com a vó. A festinha era deles, mas não teve funga-funga, distribuição de beijinhos estalados e poucas demonstrações com a mãozinha de "1 aninho" e "Hi five" (é só falar Hi 5 que a Lala estica o bracinho e faz o 5). Quando parei o carro na porta de casa as carinhas já mudaram. Entraram em casa rindo, fizeram graça para o espelho, tomaram um banhinho bem gostosinho e berço!

Hoje foi dia de abrir e se encantar com os presentes. E eles adoraram, mesmo ainda embrulhados!

Ficamos muito felizes com a presença de todos e saber que puderam curtir. Muito obrigada!

video

08 dezembro 2010

*1 ANINHO*

E então que o trio completou 1 aninho!!!

E eu passei o dia muito emocionada, chorona... e excessivamente feliz, realizada, orgulhosa pelos meus filhos. Impossível não pensar no comecinho do processo, na vitória pela gravidez, na descoberta do trio, dos sexos dos bebês, e, principalmente, do dia em que nasceram.

Nosso dia foi perfeito, desde o minuto em que acordaram até a hora de dormir! Meus pais sempre fizeram o dia do nosso aniversário ser um dia mágico, com direito a café na cama e todas as vontades saciadas, sendo assim não quero fazer diferente com os meus filhos.

Logo após o café da manhã, nós cinco juntos sentados na sala, assistimos o video do parto (tudo bem, as crianças nem ligaram). Chorei!!! Olhei bem para a carinha de cada um e busquei as semelhanças e diferenças com aqueles pequeninos seres do video. O rostinho quadradinho do Matheus, a boquinha bem desenhada da Lala, a delicadeza da Lu... Em contrapartida, a grandeza e força do Matheus, a deliciosa sem vergonhice da Lala, a surpreendente esperteza da pequena grande Luana...





Depois a visita da babona vovó Elizete e a super titia Dani. E mais uma surpresa como que um golpe na mamãe aqui. Titia Dani nos deu o primeiro sapatinho de cada um banhado em ouro, prata e bronze. Muito lindo e eterno!

Cantamos Parabéns com o bolo mais sem gracinha dos ultimos tempos, de laranja. Fiz esse bolo para que eles pudessem comer. Minha ideia era cantar os parabéns  e depois cortar um pedacinho de bolo, colocar em um pratinho e dar delicadamentes aos meus filhinhos. Mas o Matheus não quis assim, e no meio da cantoria ele meteu a mão no bolo e começou a comer. As irmãs foram no embalo. Todos nós pasmos com a graça da cena daqueles três bebês devorando o bolo do 1º aniversário deles. Impagável! Indescritivel! Inesquecível!



Pela tarde recebemos a deliciosa visita da bisa Arlete e biso Ary. Meus avos são pessoas incriveis, admiráveis!!!São pessoas muito dignas, trabalhadoras, merecedoras do que têm. Eles estão muito felizes por serem bisavos. Se eu falo , logo corrige bisavô. Eles nos ajudaram muito durante este primeiro ano de vida do trio. Todo domingo 2 latas de Aptamil e 3 pcts de Pampers! Diga se não é uma grande ajuda. Serei eternamente grata!
Mais um Parabéns e mais um bolo, agora de coco. Desta vez sem grandes ataques, afinal já tinham mamado e estavam caindo de sono. Essa visita foi bem especial, e rendeu beijos carinhosos da Lala no biso e chamego da Lu com o biso.

Parquinho seguido de jantinha especial: lanchinho de bisnaguinha com carne moidinha. (inho inha inho inha inha, nossa!!!)

Chegou a vez da visita do queridinho do Teteu, vovô Helio. Acrescida da vovo Ana e vovo Béia. Pouco mais tarde, tio Cristiano e tia Carol (com a Sophia na barriga). Brincaram na rua até as 21h! Depois banho e berço!!!!!!

Saldo do dia: muito positivo!
Saldo do ano: espetacularmente positivo!

Larissa,
que a sua beleza, seu charme, seu poder de se concentrar em uma atividade e de nos conquistar com seu delicioso sorriso banguela e seu funga funga particular, te façam uma pessoa cada vez mais feliz e realizada. Eu te amo demais!!!

Luana,
que a delicadeza de seus traços, contrastados com a grandeza da sua sabedoria e vivacidade te levem ao topo do mundo. Você merece. Eu amo cada pedacinho seu!!!

Matheus,
que o encantamento do seu rosto, a força de seu corpo e a bondade que transpassa seu olhar te tragam muito sucesso e felicidade. Eu te amo demais!!!

06 dezembro 2010

*Árvore de Natal*

Sempre gostei do Natal e de toda confraternização, enfeites e luzes que esta data traz. Agora com os bebês dá mais vontade de enfeitar, deixar tudo bonito.

Montamos nossa árvore! A casa não está recheada de enfeites como eu gostaria (por falta de tempo), mas temos a árvore com Papai Noel ao lado, e três lindas meias penduradas na janela! E nossa árvore ganhou alguns enfeites bem especiais.




É claro que bolinhas já foram arrancadas, mas até que eles estão se comportando bem rsrsrs A Lala inclusive chega perto da árvore, olha para nós e faz não com a cabeça rsrsrs

E que venha o Natal!!!

04 dezembro 2010

*Dia de calor = Piscina*

Tem feito muito calor por aqui! Como não dá para levá-los na piscina do condomínio com o papai com o pé quebrado, o jeito foi encher a piscininha eles no quintal e deixá-los brincar!!!

A Lala e o Teteu se esbaldaram, batiam na água, espirrava para todo canto... mas a Lu não quis participar da brincadeira. Ela até queria ficar na piscina, mas não queria que espirrasse água nela. Impossível! O jeito foi ficar no colo do papai enquanto os irmãos se acabavam.
Saíram e lá com seus roupões novos (muito fofo) e dormiram... Teteu não acordou nem para mamar!!!



*Primeiro dentinho - Luana*

A Lu não fará aniversário banguela!!! Passeando pelo shopping no domingo, na fracassada tentativa de tirar foto com o Papai Noel, papai resolveu "fuçar" a boca da princesinha e encontrou seus pequenos incisivos querendo aparecer.

Parabéns filhinha, já dá até para morder uma bela maçã!!!

01 dezembro 2010

*Novembro acabou*

Depois da otite e primeira grande gripe do trio, do acidente de moto do tripapai, de febre de 39,8º, da pneumonia e, para fechar com chave de ouro, ontem caí da escada (nada grave, apenas um hematoma na coxa e uma pancadinha na cabeça rsrsrs)... O MÊS DE NOVEMBRO ACABOU!!!!!!

Que venha dezembro: 1º aninho do trio, Natal, Ano Novo... temos muito a comemorar!!!

26 novembro 2010

*Pão com ovo*

Domingo terá teatro em São Paulo, uma comédia infantil com Felipe Montanari e Marcelo Brocotó.



No Espaço Mundo Pensante

Rua Afonso de Freitas, 367 - Paraíso
Do lado do Metrô!

Mais informações no telefone 11 5082 2657
ou através do email eventos@mundopensante.com.br

*Pediatra*

Levamos o trio à pediatra para mais uma consulta de rotina. Apenas notícias boas!

A pneumonia da Lu já se foi!!! Continuaremos com o antibiótico até domingo, mas a inalação já foi suspensa. Ela ganhou pouco peso, mas a médica disse que mesmo comendo muito bem, a infecção acaba "consumindo" um pouco. Isso sem contar que estão super ativos, então o gasto calórico e energético é maior.
A Lala está super bem, apesar de ser a que come menos, ganhou mais peso. Lindinha e engraçadinha!!!!
O Teteu continua um bebezão, grande e pesado. Ele não está gorducho, pois o peso e a altura se equivalem, mas suas medidas orrespondem a uma criança de 1 ano e 3 meses!

Sem grandes mudanças na alimentação, afinal eles já comem comidinha de gente grande. Mas poderemos mudar o leite para o Ninho 1+. Oba, quanta economia!!!!!! Ela só sugeriu a mudança para depois do aniversário, Natal e Ano Novo, pois podem ter diarréia com essa transição e não queremos que nada atrapalhe as comemorações que estão por vir. Quando fizermos a mudança farei um post especial!

Dra. Emília disse que teria uns exames de rotina para fazer, mas como os três estão ótimos não será necessário. Têm que repetir o teste da orelhinha, mas como estão ótimos dá para esperar serem chamados na UNG (único lugar em Guarulhos que faz o exame). Têm que retornar na neuro e no oftalmo, mas como estão ótimos dá para esperar até janeiro. Tudo ótimo!!!!

Pesos e medidas:
Larissa - 9320g e 72cm
Luana - 8550g e 70,5cm
Matheus - 10720g e 76,5cm

Saímos da consulta felizes e com presentinho, uma régua de parede para medi-los!!!

23 novembro 2010

*Viva a dipirona*

Primeiro gostaria de agradecer imensamente as palavras carinhosas de todas que me escreveram. É muito difícil ter um filho doente, principalmente quando se trata de um bebê, não tem como não pensar onde estava o erro. Mas agora ela está melhorando.

As febres foram assustadoras, até ontem à noite ela estava com 39,8º. Febre muito alta, que demora a passar e logo volta. Na madrugada passada fui dar um banho para baixar a temperatura e ela começou a tremer. Foi horrível, fiquei bem assustada! E o Conas, com o pé quebrado, do meu lado.

Ontem levei-a à pediatra deles. Ela disse que não é uma pneumonia grave, mas acompanharemos de perto. Quarta faremos outro raio-x para comparar o desenvolvimento da enfermidade. Conversei com a médica sobre a peneumonia, e ela disse que é normal, foi uma decorrência mesmo da gripe, que ão se tinha como evitar. E mais, como eles estão crescendo estão endo mais vida social, logo têm mais contato com vírus e bactérias. A médica ainda concluiu dizendo que não podemos esquecer que eles são prematuros, nasceram com (ainda que pouco) desconforto respiratório e ficaram no CEPAP. Dra. Emília afirmou que os primeiros segundos de vida são importantíssimos, pois determinam o que a pessoa carregará consigo. Eles terão um propensão maior a problemas respiraórios, mas nada que não poderemos controlar. Saí de lá mais calma! Ela aumentou um pouco a dose da amoxilina e acrescentou Berotec e Atrovent à inalação.

Durante a tarde a Lu ainda teve febre e à noite, como já disse no início, febre bem alta. Liguei para a Simone, minha amiga, e ela disse que o filho dela sempre tinha febre muito alta e só baixava com Dipirona. Esperei o Conas chegar (ele teve que ir à faculdade) e fui na farmácia. E não é que a dipirona deu jeito na princesa? Logo a temperatura beixou e ela pegou fogo, mas no bom sentido, pois começou a brincar, falar... só que eu já estava bem cansada, era muito tarde! Custou para ela sossegar, mas como apesar das brincadeiras ela estava com sono, coloquei-a no berço e ela ficou. 1 hora da manhã ela acorda chorando e quando a pego ela molhadinha de tanto suar. Dei um banho, troquei a roupa e, finalmente, boa noite!!!

Hoje não teve febre (VIVAAAA!), brincou, dançou, mas está um pouco rouquinha. Graças a Deus está melhorando!!!

Espero que essa novela chegue ao fim logo, não aguento nem mais um capíulo!!!

21 novembro 2010

PNEUMONIA

Acabo de escrever no blog que está tudo indo bem por aqui e, de repente, a Luaninha aparece com uma febre que veio do nada. Dei paracetamol e depois disso ela almoçou, brincou, chorou, ficou chatinha e dormiu. Acordou às 16h30 aos berros. Fui pegá-la no berço e a pequena ardendo: 39,5º. Quase surtei! Dei paracetamol e aferi a febre novamente: 39,5º. Dei banho frio e aferi: 39,5º. Sozinha em casa, liguei correndo para meus pais que estavam na casa da minha vó e eles vieram voando para casa. Enquanto eles chegavam apareceu meus avós Ary e Arlete e a tia Edilene, deixei a Lu com eles e corri me trocar para ir ao pronto socorro. Aferi de novo: 39,8º! Meus pais chegaram e, enquanto minha mãe ficou com meus avós e minha tia cuidando da Lala e do Teteu, meu pai foi comigo. Graças a Deus o atendimento foi rápido, passaram a Lu na frente de todo mundo. Chegando lá a febre tinha baixado: 38º. A médica examinou, pediu um raio-x e não deu outra: minha pequena com peneumonia. Meu chão sumiu!!!!

Já me questionei: que lixo de mãe sou eu que deixo a gripe da minha filha avançar para uma pneumonia? Meu Deus, ela tem só 11 meses!!! Tudo o que o médico falou eu fiz. Quinta-feira fomos no retorno e ele a examinou e era a que estava melhor. Onde eu errei? Não sei, mas como não temos como mudar o passado, o jeito é cuidar o máximo possível agora e pedir a Deus que cuide da minha pequena e faça essa porcaria ir embora logo!!!

*Muitas coisas acontecendo*

O barco continua navegando... tudo passa. Dor passa, gripe passa, o tempo passa.

O Conas não precisou operar (apesar das 4 fraturas no pé), mas ganhou uma botinha branca que o acompanhará por 45 dias. Dor raramente, mas já está impaciente com seu novo acessório.

Os três estão bem melhores. Levei-os ao otorrino novamente e a gripe já foi, só deixou muito catarro, principalmente na Lala. Sendo assim, antibióticos suspensos e continuaremos mais alguns dias só com o expectorante.

A Lu agora fala PAPAI direitinho, e quando peço para falar mamãe, ela olha bem para mim e diz PAPAI. É muito bonitinha, estamos na cozinha almoçando ou jantando e ela fica olhando para o pai na sala e falando "Papaiii" toda sorridente!!!

Sexta-feira, dia 19 de novembro, deixamos os três brincarem na frente de casa, pisar na grama, na terra. E não é que a Lu, a mais espoletinha e abusada, é fresquinha! Não encostou o pé na grama, parecia que levitava. Já a Lala e o teteu se divertiram. Depois de muitos dias frios e griposos, nada melhor que um solzinho para recuperar as energias.

Depois das brincadeiras no final da tarde, Lala teve febre! Mais tarde Teteu também! Dei paracetamol e ficaram melhores. Durante a madrugada o Matheus acordou várias vezes resmungando, chorando. Amanheceu com febre! Quando fui trocá-lo descobri o motivo da febre: tem quatro dentes nascendo ao mesmo tempo!!! Quando vi a gengiva inchada e toda "cortadinha" comecei até a suar, isso deve doer demais. Ele tem toda razão para chorar e ficar chatinho. Que dó! A Lala não deixa por nada ver a boca, mas deve ter dente nascendo também. E a Lu continua banguela. Quase 1 ano e banguela!

Sábado à noite fomos na casa do vovô Béia, o aniversariante do dia. Lá tem um tanque/aquário que a Lala ama, ela adora ficar vendo os peixinhos. E agora os três estão chegando na fase que o vovô tanto queria, de curtir mesmo os peixinhos, colocar a mão na água, molhar os pezinhos. E não é que o Teteu ficou na ponta do pé e conseguiu brincar com a água. Lindinho!


E eu estou finalizando os preparativos para o aniversário, agora falta pouco!

16 novembro 2010

*E a vida segue...*

Está tudo caminhando por aqui (menos o Conas que, com o pé imobilizado, está só pulando).
Foi um final de semana bastante cansativo, mas o mais importante é que tudo está entrando nos eixos.
Já faz três noites que os bebês voltaram a dormir a noite toda. Não têm mais febre, só tosse (principalmente a Luana) e bastante catarro, e voltaram a comer melhor. Teremos retorno no otorrino na quinta. E os medicamentos deles terminam hoje.
Quem os vê não diz que estão doentinhos, pois estão muito brincalhões e sorridentes. Aliás eles estão uma graça, até a Lala que é a mais quietinha acha graça de tudo, gargalha, fala!
E estão tão grandinhos!!! Pegam tudo em cima da rack, mexem em tudo, já sabem ligar e desligar o PlayStation (usamos ele para colocar os DVDs deles), e o Matheus já alcança o botão da TV. A graça agora é se apoiar no andador e passear pela sala; estão quase andando!

O Conas já não sentiu tanta dor, só umas fisgadinhas. Passou boa parte do tempo deitado com a perna para cima, mas ansioso e agoniado quando ouvia os bebês chorarem. Hoje internei ele às 07h00. Fico com o coração na mão por deixá-lo lá e não poder fazer nada, mas é necessário. Peço a Deus que dê tudo certo com ele e que possa voltar logo para casa, pois ele faz muita falta.

..................
Estou em licença do trabalho para cuidar dos meus 4 "bebês", então saindo do hospital passei na escola para deixar chave do armário, diário e conversar com a professora que ficará com eles. E tem coisas na vida que não têm preço... fui na minha sala falar com as crianças e assim que abri a porta eles começaram a gritar e pularam no meu pescoço, quase caímos. Falaram, se lamentaram, pediram para eu ir no último dia de aula, mas foram super compreensivos. Peguei uns livros meus que estavam no armário e que são muito bons, por isso não quero que sumam e vi que, pelo menos, deixei grandes leitores, pois não me deixaram trazer alguns dos livros, já combinaram quem levaria o livro e quando... e não são livros curtinhos não! Conversamos um pouco sobre os títulos que tinhamos ali e sugeri outros da Sala de Leitura. Uns fofos, super danados, mas uns fofos! Quando me despedi eles pularam de novo no meu pescoço e disseram que queriam ir para minha casa. Uns 5 sairam da sala e desceram em direção ao estacionamento. Não adiantou brigar, nem mandar voltar. Parei para conversar com uma professora e quando vejo o restante dos alunos sairam também e foram para a porta do estacionamento. Quando cheguei perto eles começaram "Avião sem asa, fogueira sem brasa, sou eu assim sem você". Queria estar com a filmadora para registrar este lindo momento. Depois correram para o meu carro, abriram todas as portas e entraram dizendo que queriam ir junto. Os GCMs ficaram só olhando sem entender nada. Convenci a sairem do carro e eles formaram uma barreira e ficaram marchando e cantando "Queremos Giselle, queremos Giselle". Foi cômico... e emocionante. E olha que eu sou brava!

...................
E eu sigo aqui, tentando manter a calma, cuidando dos bebês, rezando pelo Conas e cuidando dos preparativos do aniversário deles que já está chegando. E penso, ainda bem que sou mulher e consigo fazer mil coisas ao mesmo tempo; os homens, por mais boa vontade que tenham não têm esse dom!!!

13 novembro 2010

*Ele voltou!!!*

Graças a Deus o Conas está em casa. Pude trazê-lo, mas terei que interná-lo novamente na terça-feira para que o médico que o está atendendo possa conversar sobre o resultado da tomografia e esclarecer sobre a cirurgia. Fui visitá-lo à tarde, fiquei o tempo todo com ele enquanto minha mãe se virava nos 30 com o trio aqui em casa.
Acabado o horário de visita vim para casa e passado pouco tempo o Conas e liga pedindo para ir buscá-lo, pois ele conversou com o médico, pediu para ir para casa, expliou a situação e o médico liberou. Só peguei a bolsa e saí correndo, e minha mãe ficou sozinha de novo com o trio! E ainda teve que dar a janta. Liguei para o meu pai, que j´estava chegando do trabalho e correu para minha casa ficar com minha mãe. Ainda bem que Deus me deu além de lindos filhos e marido, um pai e uma mãe que são TUDO!!!
O Conas está bem, sem dores, mas seguindo com a medicação.
Os bebês ficaram numa alegria só quando o papai chegou,  e foram todos para cima dele dar as boas vindas.



Apesar de estarem ainda com bastante tosse e dor de garganta, a Lu ter uma febrinha à tarde e o Matheus bater a boquinha no berço e estar sem almoçar e jantar (!!!), os bebês estão melhores e passaram o dia brincando, dançando ao som da Galinha Pintadinha e "falando". Ainda bem que esta gripona não atingiu o humor deles.

Agora sou praticamente uma auxiliar de enfermagem, estou cuidando dos quatro. A tabela de organização dos horários das medicações está bem grandinha! Mas prefiro ter os quatro aqui, debaixo da minha asa!!!

........................................................
Muito obrigada a todas que me escreveram no post anterior. Palavras carinhosas sempre ajudam a confortar o coração!

11 novembro 2010

*E tudo acontece de uma vez...*

Tudo começou ontem quando cheguei do trabalho. Entrei em casa às 12h30 e eles ainda não tinham almoçado porque ainda estavam dormindo. Estranhei, mas pensei que fosse por conta do friozinho que dá uma preguicinha... Logo foram acordando e demos o almoço. A Lala comeu pouco e assim que terminou, vomitou muito! Corri dar um banho nela e depois disso minha pequena ficou amuadinha, só queria colo. Liguei para a pediatra e ela recomendou sorinho e se não passasse, que eu a levasse ao pronto socorro. Fiquei acalentando minha princesa quando percebo o Teteu quentinho. Não deu outra: febre! Mais tarde a Lu também com febre! Os três doentinhos!!! Para a Lu e o Teteu, paracetamol. Tendo os três assim, já decidi que não iria trabalhar hoje, não poderia deixar três bebezinhos doentinhos aqui. Na hora de dormir, o Matheus tossia bastante, mas ainda assim dormiram a noite toda.
Hoje já começaram às 05h30. Teteu acordou fervendo. Lala acordou "chatinha". Montei uma "camona" na sala e fiquei lá com eles até a Lu acordar também com febre e se juntar a nós. O papai foi trabalhar com o coração na mão por deixá-los doentinhos, mas disse que qualquer coisa eu ligasse que ele daria um jeito.
Pois bem, minha mãe veio aqui pra casa ficar comigo e os bebês e como a febre o Teteu e da Lu ia e voltava e a Lala continuava quietinha, só querendo colo, resolvemos levá-los ao médico. Liguei para o Conas, afinal ele disse para ligar se fosse necessário. Liguei no celular, caixa postal. Liguei no quartel, ele não estava. Resolvi ligar para o colega dele, o Luciano, e quando perguntei do Conas ele me pediu para ligar dali uns 3 minutinhos que ele estava passando no médico. Como assim no médico??? Perguntei onde eles estavam. No hospital! Perguntei o que tinha acontecido. O Conas sofreu um acidente de moto voltando de uma ocorrência e quebrou o pé! Não acreditei, meu Deus como podia?! Depois consegui falar com o Conas, ele me tranquilizou, disse que estava sendo muito bem atendido e que o pai dele estava com ele, pois acreditem meu sogro estava passando pela rua onde aconteceu o acidente, viu uma movimentação, sentiu um aperto no peito e resolveu encostar o carro e ver o que se passava. Chegou lá e encontrou o filho deitado na maca! Imaginem o desespero dele!!! Lá estavam eles no hospital aguardando o médico.

Bom, coloquei os três no carro e minha mãe e a Zenaide foram comigo ao otorrino. Ficamos um bom tempo esperando o atendimento e dava pena de ver os três, principalmente o Matheus, que estava com o olhinho caidinho, tristinho... Os três dormiram muito enquanto esperava. Após examinados, o diagnóstico: gripe aguda. Antibióticos, expetorantes, sorinhos... Coitadinhos, dá uma peninha vê-los assim!
Já tinha planejado, iria montar uma camona bem gostosa na sala e os 5 iriam dormir lá, assim eu poderia cuidar dos quatro. Saí do consultório com o trio e liguei para saber do Conas, ai... o acidente foi mais grave do que pensávamos: ele seria internado, pois como a fratura foi séria teria que operar! Operar!!!!

Agora cá me encontro com três bebezinhos doentinhos, o marido internado e o coração despedaçado!

Minha mãe passará a noite comigo aqui em casa e amanhã o dia todo. Precisarei de ajuda mesmo. Amanhã irei visitá-lo na esperança de trazê-lo para casa o mais rápido possível!

08 novembro 2010

*11º Mesaniversário*

11 meses já se passaram desde que meus amores chegaram! Meu Deus, foi o último mesaniversário deles, já que em dezembro estarão completando 1 aninho!!!!!

Confesso que estou um pouco em choque, parece que foi ontem que descobrimos que eu estava grávida, grávida de trigêmeos, depois nasceram, passaram uns dias hospedados no hospital e eu vivi toda a novidade de ser mãe e todo o sofrimento de não tê-los em casa comigo assim que tive alta. Logo vieram, passamos o Ano Novo juntos, a única coisa que faziam era dormir e mamar, além de ganhar muitos beijinhos! Sinto um misto de sentimentos: muita alegria por vê-los grandinhos, saudáveis, espertos, ativos, lindos, encantadores... e um aperto por sentir que passou tão rápido. Eles nunca mais serão aqueles meus bebezinhos pequenininhos, frágeis. E quando a sensação de não ter aproveitado cada segundo com eles quando RN me invade, penso na frase de Chico Xavier “Ninguém pode voltar e criar um novo início, mas todo mundo pode começar hoje e criar um novo final” e procuro ser o melhor para eles hoje. Ainda bem que temos muitas fotos e videos deles, assim dá mais veracidade ao fato de que o tempo passou rápido, mas deixou marcas muito positivas neles.

*********

Os três estão uma graça, cada um com seu saber, cada um com seu charme.
Larissa tem um dentinho, está falante (o problema é que não dá para entender nada rsrsrs), adora tirar os CDs e DVDs do lugar, mas está aprendendo a duras penas (para nós) a não mexer lá. É a mais abusada no quesito relação com os animais, ela passa a mão, enfia o dedinho no focinho do Max. E ela vive com o dedo no nariz. Já faz tempo que ela descobriu este novo buraquinho, mas não desencana dele nunca. Ah, também é a dançarina da casa, os três adoram dançar, mas a Lala é demais!!!
Luana continua espoleta que só! Mexe em tudo, sobe escada, fala, conversa, fofoca ("contou" para minha mãe que o Matheus tinha saído da sala, falando toda bravinha e apontando para ele). Já fala au au, alô, está ensaiando papai, mas chama a mamãe de dedé e a vovó de teté. E como a pequena é sabida, ela entende tudo. Como não quero mais que eles mexam nos CDs, tenho me esforçado na missão, pois cada vez que eu falava "Não", ela ria, nem ligava e continuava. Agora estou sendo mais insistente (e ficando mais séria, porém confesso que é difícil controlar a risada com ela). Brigo com a pequena e ela chooora; não passa um segundo e lá está ela de novo. Brigo de novo e ela choooora. Depois ela levanta, coloca as mãozinha nos CDs, olha para mim e já chora. Até ela olhar para os CDs, olhar para mim e esperar se eu irei sorrir (caminho liberado para mexer) ou se ficarei séria; aí ela desencana e vai brincar. Ela está quase andando, fica passeando pela sala empurrando seu andador e feliz da vida! Também está muito beijoqueira, ela abraça e dá um super beijão delicioso!!!
Matheus continua lindo e loiro! E com dois dentinhos. Ele também curte o Max e a Rabit (coelho da minha irmã). E como come! Fico imaginando ele adolescente, me levará à falência nas compras de supermercado rsrsrs Ele adora gritar quando está feliz, às vezes fica até vermelho. Aprendeu a bater no vidro com a mãozinha fechada para chamar a Rabit. O que encanta no Matheus é que ele está sempre de boa (desde que não bata a fome ou o sono), está sempre tranquilo, sorri fácil e como sabe que é lindo, adora tirar foto. É só pegar a camera que ele já sorri!

*****
Para comemorar este mesaniversário, cometi praticamente uma insanidade: deixei-os almoçar sozinhos! Coloquei na frente de cada um seu pratinho com a comida e uma colher. A colher foi só um detalhe! Foi muito bonitinho vê-los segurando a colher com uma mão e comendo com a outra. É claro que eles fizeram a maior sujeira e demoraram muito mais tempo, mas se concentraram na "tarefa" e comeram tudinho!!! Uma graça!



A tarde fomos comemorar na casa da bisa Eleonor, aliás foi a primeira vez que o trio foi à casa da bisa.
Eles ficaram super bem, mesmo com muitas pessoas que não conheciam. E adoraram as cachorrinhas, a Debby e a Babi, o Matheus ficou chamando-as com os dedinhos e falando "Au au". Muito fofo! Brincaram tanto, que nem dormiram (só a Lala cochilou na cama da bisa). E comeram tanto biscoito de polvilho e bolacha maizena (para não ficarem passando vontade dos quitutes deliciosos) que não jantaram.


Foi um dia muito bom, o trio se divertiu o dia inteirinho, até na hora de dormir, já era quase 22h e ouvíamos do nosso quarto as gargalhadas do Matheus brincando de roubar as chupetas das irmãs!
************

Lala, Lu e Teteu
Vocês têm o dom de me fazerem amar vocês cada segundo mais.
Obrigada por existirem!!!

06 novembro 2010

*Primeiro dentinho - Lala*

Véspera de completar 11 meses e eis que surge em minha linda primogênita seu primeiro dentinho!!!
Lindinha!!!

A missão do ouro (ou do papel em branco para rasgar, como disse a Cris) será da vó Ana, afinal foi ela quem sentiu primeiro. Era hora do banho do trio e, enquanto eu trocava a Lu, a vó Ana levou a Lala para o banheiro para dar banho e resolveu passar o dedo na gengiva da princesa. Foi aí que ela sentiu a pontinha do dentinho. A Lala não gostou muito do mexe mexe na boquinha dela, deve doer, e chorou... É um dentinho lindo! Ela não teve febre, nem assadura, nem chatice, só a senti um pouco quietinha pela manhã e até comentei com o Conas sobre isso  À noite recebemos visita e a Lala estava toda simpática, brincou, falou, dançou... até nos espantamos, pois ela estranha todo mundo. É, era a maturidade chegando, afinal uma pessoinha que já tem até dente não pode mais ficar chorando por estar com pessoas que nunca viu rsrsrs
Incrível, até o dentinho é lindo rsrsrsrs

Parabéns princesa! Você já esta crescendo!!!

03 novembro 2010

A vaidade, ah a vaidade...

São duas peruinhas aqui em casa!
Adoram um elogio (e quem não gosta?), ouvir que são lindas... Até aqui o Teteu também se encaixa, pois também ama ouvir um "Que lindo!".

Mas voltando às meninas...
Ensinei-as a arrumar o cabelo. É só falar "Arruma o cabelo", que elas passam as mão pelas escassas madeixas e já dão um charmoso sorrisinho esperando o "Que linda!!!". E são mesmo muito lindas!

A vaidade delas, principalmente da Lu, tem me ajudado.
Toda mãe sabe que chega um momento em que cortar as unhas de nossa prole é uma verdadeira batalha. Quando eu estava grávida dizia que esta seria tarefa do papai, no entanto, após a primeira vez, essa missão se tornou minha. Quando bem pequenininhos era muito fácil, deitava-os na cama ou no bebê-conforto e pronto. Mas eles foram crescendo, ficando cheios de vontades e aprendendo a fugir de nós quando querem. Cortar as unhas é muito difícil, eles choram, tiram a mão, se reviram... passei a cortar as unhas com eles dormindo, mas dá muita dó, eles ali quietinhos, gostosinhos tirando um cochilo e eu pegando, virando e cortando. Muitas vezes corto as unhas em doses homeopáticas. A Lu é a que dá mais trabalho, como é pequena e espoleta, se revira toda, grita, chora... Comecei a usar uma estratégia com ela que tem dado muito certo. Não é elogio que ela quer, então será elogio que receberá! A cada unha que corto digo "Que unha linda!", e mostro a unha dela, e beijo e ela fica toda cheia de si e acaba deixando. Tudo bem que tenho que repetir 20 vezes a mesma frase, mas pelo menos tem dado certo! E a missão tem que ser dividida em duas partes, não consigo cortar as unhas das mãos e dos pés de uma vez, aí já é demais para ela!!!

01 novembro 2010

*Batizado*

Neste domingo, 31de outubro de 2010, os bebês foram batizados.

E Deus abençoou nosso dia mandando um sol maravilhoso!

Os padrinhos são aqueles que estarão ao nosso lado, ajudando a olhar pelas pessoinhas mais importantes da nossa vida: nossos filhos. Por isso tem que ser uma carinhosa escolha, e foi com muito carinho que convidamos pessoas muito importantes nas nossas vidas para terem um vinculo a mais com nosso anjinhos.

Larissa
Padrinhos de batismo: Danielle e Cristiano. Minha irmã, minhã única e tão querida irmã. Desde pequenas já tinhamos combinado que ela seria madrinha do meu primeiro filho e eu do dela. Além de babar nos sobrinhos, ainda se esgota cuidando deles sozinha às quartas. O Cristiano é amigo do Conas desde a adolescência. Ele é uma pessoa muito bacana (um exemplo de superação), e tenho muito orgulho em tê-lo como padrinho da minha filha.
Madrinha de Consagração: Simone - minha amiga, minha ídola, minha ex-chefe, minha mestra. Minha mãe diz que a Si entrou na minha vida como providência divina. Foi ela quem impulsionou minha carreira profissional, foi ela a primeira pessoa a saber que uma pitada a mais seria necessária para eu engravidar, foi a primeira pessoa para quem liguei e disse "Estou grávida".Pessoa como ela não existe!


Luana
Padrinhos de batismo: Miriã e Henrique - meus cunhados. Como ainda não têm filhos, curtem muito os sobrinhos.
Madrinha de Consagração: tia Edilene. Minha tia sempre foi muito importante para mim, mas especialmente durante a gravidez. Sempre ligava para saber como estavam as coisas e, no dia do nascimento deles, ela estava cedinho lá no hospital esperando a chegada deles.


Matheus
Padrinhos de batismo: Eva e Alê - meus tios tão queridos. A Eva, muito mais que minha tia, é uma grande amiga.
Madrinha de Consagração: Minéa - minha amigona. A Mi é a irmã que meu coração escolheu. Somos muito amigas desde 2005, quando trabalhamos juntos. Ela e o Dani (marido dela) também são meus padrinhos de casamento.



Muitos bebês e muitos padrinhos. E muito amor vindo de todos!!!


A cerimônia foi realizada na Capela Nossa Senhora do Rosário, aqui em Guarulhos e foi ótima. Os anjinhos até que se comportaram bem (bolachinhas de maisena e biscoito de polvilho ajudaram muito quando resolveram chorar).

Finda a cerimônia, fizemos um almoço no salão de festas do nosso condomínio. A comida estava ótima (minha mãe manda muito bem), as sobremesas deliciosas e os bebês se divertiram muito. Engatinharam pelo salão, foram ao parquinho, brincaram a tarde toda! Ficaram até com os pezinhos preto!!!


Fiquei muito feliz com a presença de todos:
Mãe, Pai e Dani / Ana, Roberto, Yayá, Dani e Larissa / Vó Arlete e Vô Ary / Vó Eleonor / Eva, Alê, Gabi e Giu /  tia Edilene, Jackie, Jê e Sé / tio Ednei, tia Bete e Cacá / Meus padrinhos Marli e Sebastião / Tio Luis e tia Salete / Fabi, Evandro e Isa / Aline e Amauri / Gislaine e Rogério / Simone / Minéa, Daniel e Anita / Carol e Cristiano / Lu e Léo / Vaneska, Carlos, Bárbara, Bruna e Ana.
Tínhamos ao nosso lado pessoas que amamos, que nos amam e, principalmente, que amam a Lala, a Lu e o Teteu.

Agradecimentos
Para que tudo fosse perfeito hoje, contei com a ajuda de muitas pessoas, por isso gostaria de agradecer nominalmente:
Meus pais e minha irmã, pela disposição de sairem comigo para fazer as compras;
Minha mãe, que fez o cassoulet, o arroz, os frangos, o bolo dos bebês, os camafeus, o quindim, antepasto de beringela...
Minha irmã, que comprou um vestido lindo para a Lala;
Eva, que comprou a roupinha tão linda do Teteu;
Daniel e Alê, que deram uma força com as fotos para o convite;
Vó Arlete, que trouxe a couve, pudim, pavê, Aptamil e fraldas;
Minha sogra, que trouxe a salada, fez um pudim e deu uma super força nas arrumações;
Vaneska, minha vizinha, que me deu um bolo (cantamos Parabéns pelo meu aniversário) e ajudou muuuito nas arrumações;
Jennifer, minha linda prima, que me ajudou no salão assim que chegamos da igreja;
Gabi, minha linda, maravilhosa e incrível prima (ela tem só 20% de maldade em seu ser), que foi a fotógrafa oficial da cerimônia.

30 outubro 2010

*Meu aniversário*

Completei mais um ano de vida!!! E não poderia estar mais feliz e realizada!!!
Aos 28 anos já tenho tudo o que preciso para ser feliz: tenho minha própria casa, meu carro, uma profissão que eu amo e que etá caminhando muito bem, tenho pais incríveis, um marido maravilhoso e três filhos lindos que são tudo de melhor que possa existir!

Tive um dia muito bom, que já começou com uma grande surpresa dos meus alunos. Apesar da simplicidade (extrema em alguns casos) em que vivem, fizeram uma festa surpresa para mim, com direito a bolo recheado, lanchinhos de queijo e mortadela, refrigerante, bexigas e cartaz. Uns fofos! Fiquei emocionada com tamanho carinho. Também ganhei presentes: brincos, bombons, enfeites e até um sapinho de pelúcia surrado em uma caixa de madeira pintada com o guache da escola escrito "Giselle eu te amo". E isso mexe muito comigo e me faz pensar no papel que desempenho junto a esses alunos. A grande maioria deles não tem absolutamente nada, nem afeto, então o professor acaba se tornando uma figura de grande importância para eles. Adorei a surpresa!!!

Cheguei em casa e encontrei três bonequinhos lindos brincando na sala. Depois de dar o mamá e trocar as roupinhas aproveitei que o tempo estava ótimo e que estavam aqui em casa meus sogros e minha sobrinha para levá-los ao parquinho. Ficamos sentados na sombrinha, chupando sorvete e deixando-os provar um pouquinho desta maravilha gelada. É claro que eles gostaram, mas o abuso foi só para comemorar o aniversário da mamãe! Cada um brincando com um bebê, quando o vô Béia colocou o Matheus na balança. Tardezinha, solzinho, balanço... ele dormiu. E dormiu gostoso na balança! Quando fomos tirá-lo, acordou e abriu o maior berreiro até voltar para a balança e dormir de novo. Achei que seria melhor levá-los para casa novamente e estender a rede para dormirem lá, mas no meio do caminho passamos pela piscina do condomínio. Sol quente, bebês que amam água, mamãe querendo ter um dia divertido (se o dia está bom para meus bebês está bom para mim também)... resolvemos molhar os pezinhos na piscina (o Matheus já estava acordado de novo). Dos pezinhos passamos para a perna e quando vimos, os três estavam com metade do cor pinho na água. Não pensei duas vezes, entrei na ´piscina de roupa e tudo e fiquei brincando com eles. E eles fizeram a maior bagunça! Batiam na água com a mãozinha, batiam as perninhas, espirravam água. A Lala, justo a Lala, chorou assim que entro pela primeira vez, mas depois peguei-a no colo e ela foi se empolgando e curtindo mais e mais. Que lindinhos!!!! Saímos da piscina e corremos dar um banho quentinho no trio que depois dormiu gostoso!

Mais tarde meus pais vieram em casa também e ganhei mais uma surpresa, dessa vez do marido: ele tinha encomendado um bolo! Que lindinho!!! Eu estou tão focada no batizado deles (que será dia 31) que nem planejei nada para o meu aniversário. Acabei ganhando uma festinha com bolo e cupe cakes que minha mãe fez!

25 outubro 2010

*Baladeiros*

Sábado de muitas festas!!! Apesar de cansativo, o trio conseguiu curtir e aproveitar.

Primeiro fomos ao casamento da Carol e Cristiano, padrinho da Lala e amigo de muitos anos do Conas.

A cerimônia começou às 18h00, chegamos com um pequeno atraso, mas deu para acompanhar. Foi muito lindo! Os noivos emocionados, felizes e lindos!!! E os bebês se comportaram muito bem na igreja, a Lu ficou fazendo suas gracinhas, a Lala quietinha no meu colo e o Matheus ora com o papai, ora com a vovó e o vovô. Saindo da igreja fomos para o buffet, o mesmo onde foi a festa do meu casamento, e um filme passou na minha cabeça daquele dia: 21 de janeiro de 2006. A festa estava bonita, animada...
E como esse mundo é pequeno, lá encontramos uma colega que fez o magistério  junto comigo no CEFAM (não na mesma turma), a Renata. Como coincidência pouca é bobagem ela também estudou com meu marido quando crianças e o marido dela também é bombeiro e já trabalhou com meu marido! Não dá nem para acreditar. Mais semelhanças: ela também trabalha na prefeitura de São Paulo e acabou de ser mamãe, o Lucca está com 2 meses e é fofo demais!!!
Saímos da festa às 21h30, logo após a retrospectiva, com os três alimentados (jantaram lá) e duas princesas dormindo e um príncipe morrendo de sono, mas sem querer perder um detalhe da bagunça. Rumo à próxima festa!!!

Minha irmãzinha agora é balzaquiana: completou 30 aninhos!!! Para comemorar ela fez uma super festa, um baile de máscaras com o tema Fantasma da Ópera, com direito a valsa e 30 casais dançando, apresentação de pirofagia e os filmes "De repente 30" e "Fantasma da Ópera" rolando durante a noite. A festa foi muito legal e minha irmã merece uma grande comemoração, afinal construiu uma bela história nesses últimos 30 anos. Eu tenho uma grande admiração por ela, pois tudo o que ela tem, conseguiu com muito esforço. Ela é muito dedicada ao seu trabalho (tem um estúdio de Pilates - Saúde Vital), é muito economica (ou melhor, organizada financeiramente), é geniosa, ama viajar e conhecer lugares novos, é linda, tem um cabelo maravilhoso, ama os sobrinhos e cuida deles para mim às quartas enquanto minha mãe está na faculdade.
A ideia dela era, durante a festa, dançar a valsa com o Matheus, assistir à retrospectiva com a Lala e cantar Parabéns com a Lu, mas... já tinhamos ido a uma festa, os bebês estão acostumados a dormir às 21h, eles não aguentaram tanto tempo e dormiram. Até que curtiram um pouco, a Lu até ficou de máscara, mas não gostou nem um pouco de me ver com a minha, ela ficou no meu colo olhando para mim e resmungando até eu tirar. A Lala e o Matheus não quiseram colocar as máscaras deles de jeito nenhum! O primeiro a dormir foi o Teteu, mas mesmo assim dançou a valsa com a tia. Dançou a música toda e não acordou. Enquanto isso a Lala estava quase dormindo no carrinho e a Luana dançou a valsa comigo e o Conas. Acabada a valsa, a pista de dança foi liberada e assim que começou "Ana Maria entrou na cabine...", a Lala levantou e começou a dançar, o carrinho até balançava. Então a peguei e fomos nos acabar na dança. A pituca dançou até! Depois foi só colocar a chupeta, dar um paninho e ela embarcou dormindo em seu carrinho. A Lu foi a última a dormir (como sempre). Os três passaram o resto da noite dormindo como três anjinhos, apesar do som e das luzes. Chegamos em casa às 03h00! Consegui trocar as fraldas e colocar os pijamas sem que as meninas acordassem, o Matheus acordou porque a camisa dele foi mais difícil de sair, mas logo pegou no sono também.
Melhores momentos

Cansados

23 outubro 2010

*Pediatra*

Levamos o trio à pediatra. Mais uma vez contamos com a grande ajuda da vovó Elizete, que nos encontrou na clínica, passou conosco na consulta, mais uma vez ganhou uma vomitadinha e depois foi trabalhar um pouco azedinha (minha mãe dá aula à noite na faculdade, e quando os bebês têm consulta ela nos acompanha e depois vai direto trabalhar. Não teve uma consulta sequer que eles não a tenham batizado).
Na clinica onde são atendidos tem um espaço grande com uma porção de brinquedos (escorregador, balança, mesinhas) para as crianças se distrairem enquanto aguardam a consulta. O trio está começando a curtir o espaço. Brincaram na balança, no cavalo-carrinho, escorregador, a Lala só quis ficar sentada na mesinha. Foi muito legal, pois eles estavam se divertindo de verdade!

A dra. Emilia ficou mais uma vez encantada com o trio. Se divertiu vendo o Matheus gritando e batendo os bracinhos todo feliz, falando sobre a Luana que observava todo o consultório e se comportara como uma lady durante os exames, e analisando a Larissa que não desgrudava de mim, só chorou e ainda olhou desconfiada para a médica.
Dessa vez os três ganharam palitinhos de língua com gostinho. Primeiro a doutora deu para o Teteu. Mostrou o palitinho para ele pegar, depois passou na língua dele para sentir o gostinho e resolver pegar. Mas como ele só queria lamber o palitinho com ela segurando, ela acabou colocando na mão dele. Para a Lala ela mostrou o palitinho e minha bebê enfiou o rostinho no meu ombro tentando se esconder, então fui eu quem dei o palitinho para ela. Com a Lu foi só mostrar que ela já pegou e colocou na boca.

Os três estão ótimos! Não precisarão mais tomar ferro, poderão comer peixe e ovo duas vezes por semana.

Pesos e medidas:
Larissa - 9000g e 71cm
Luana - 8380g e 69,5cm
Matheus - 10530g e 74,5cm (seu peso e altura equivalem a uma criança de um ano!!!)

20 outubro 2010

*Aniversário do vovô Helio*

Vovô Helio completou mais um ano de vida. Parabéns!!!

Como ele é um super vovô que, além de adorar os netinhos, faz muito por nós, os bebês fizeram o grande esforço de colocar a roupa do Palmeiras (mamãe e papai aqui são corinthianos). É claro que o vovô amou e ficou todo cheio vendo os três porquinhos.

Pai,
parabéns!!! Eu te desejo toda a felicidade do mundo. Você merece!!!
Amamos você!!!

17 outubro 2010

*O tempo passa...*

Hoje recebemos a ilustre visita da priminha Isabella. Que lindinha!!! Morenina, cabeludinha, tem furinho no queixo, pequenininha, lindinha...


Com ela no colo comecei a pensar notalgicamente em como o tempo voa! Deu a sensação de que meus bebês cresceram em um dia que eu não vi, pois "até ontem" ficavam aninhados no nosso peito dormindo, onde os colocávamos ficavam quietinhos, suas únicas atividades era mamar e dormir gostoso.
Agora já são três bebezões engatinhando para todo canto, se apoiando em todos o lugares para ficar em pé, que dançam e batem palmas quando escutam música, que já comem comida "de verdade": arroz, feijão e carninha. Uma dá tchauzinho, outro dá gritinhos, outra fala "alô". Já nos chamam, têm suas vontades, têm sua própria personalidade...
Não é que deu saudade deles bem bebezinhos, até porque todas as fases da vida deles são maravilhosas, não dá para dizer qual é melhor, pois cada uma tem sua característica particular, mas evidenciou o quanto temos que curtir intenamente cada segundo, afinal passa rápido e não volta nunca mais!